AV: LEÔNCIO PIRES DOURADO EM FRENTE O QUARTEL DA PM

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Vítimas da queda do avião em Cuba estão sendo identificadas


Uma das três mulheres sobreviventes não resistiu aos ferimentos e morreu

© Reuters

  O governo mexicano divulgou dados sobre o avião que caiu próximo de Havana, em Cuba, nesta sexta-feira (18) e matou mais de cem pessoas, segundo a CubaTV. 

  A aeronave era um Boieng B737-201 ADV, ano 1979, de matrícula XA-UHZ, da Aerolíneas Damojh, operado pela Cubana de Aviación.

  O comandante foi identificado como Jorge Luis Núñez Santos. Outros tripulantes eram Miguel Ángel Arreola Ramírez, María Daniela Ríos, Abigail Hernández García e Beatriz Limón, noticia o G1.

  De acordo com o jornal “Granma”, um voo partirá ainda esta noite de Holguin, com destino a capital cubana, levando um representante da família de cada passageiro para identificar os corpos das vítimas. Quem não puder viajar nesta sexta (18) será transportado no sábado, de ônibus. Familiares de vítimas de outras províncias também estão sendo localizados para que possam ser levados ao local.

  Ainda segundo a publicação, a grande maioria das pessoas a bordo do avião era cubana. O jornal revela que a exceção era entre a tripulação e uns cinco estrangeiros, todos os demais ocupantes da aeronave eram cidadãos cubanos.

  Sobre uma das três mulheres que supostamente teriam sobrevivido à queda, o site Cuba Debate afirma que tem entre 18 e 25 anos, outra tem cerca de 30 anos e uma terceira foi identificada como Emiley Sánchez de la O., de 39 anos. A TV estatal, no entanto, afirma que uma delas, sem especificar qual, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Fonte: Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário