RUA LEONCIO PIRES DOURADO ESQUINA COM A RUA JOÃO PESSOA, BAIRRO BACURI

sábado, 25 de novembro de 2017

Morre o sargento da PM que foi baleado por “irmão de farda” durante tiroteio em Paço do Lumiar


  Rubem Ferreira levou um tiro no abdômen por um militar, que teria sido chamado pela primeira dama de Paço do Lumiar. Núbia Dutra também foi ferida no ombro, no rosto e na mão esquerda


                      Foto: Divulgação

  O sargento Rubem Ferreira, de 54 anos, que era lotado no 8º Batalhão da Polícia Militar, morreu na manhã de sábado, 25, no Hospital Carlos Macieira, no Calhau, em conseqüência de um tiro que atingiu o abdômen e, segundo a família, também teria sido por infecção hospitalar generalizada. De acordo com as informações da polícia, o militar foi baleado durante uma confusão envolvendo a primeira dama de Paço do Lumiar, Núbia Dutra; e o sargento Vanilson, ocorrida no dia 28 de julho deste ano, no bairro Sítio Grande, em Paço do Lumiar.

  Rubem Ferreira ao ser alvejado perdeu muito sangue e foi levado para o Hospital Carlos Macieira onde passou por tratamento cirúrgico. A sobrinha do policial, Valezia Botão, de 26 anos, disse que o seu tio estava internado nesse hospital praticamente quatro meses. Na noite da última sexta-feira, o paciente passou mal e teve um quadro de infecção. Ele ainda foi levado para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e na manhã de sábado, 25, veio a falecer.

  Ela também declarou que o corpo do militar vai ser velado na residência de familiares, no Conjunto Joaquim Aroso, em Paço do Lumiar, e o sepultamento está previsto para ocorrer no domingo, 26, no cemitério, localizado nessa cidade.

  Ainda durante esse tiroteio ficou ferida Núbia Dutra no ombro, no rosto e na mão esquerda. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou por meio de nota que o sargento Vanilson, que é acusado de ter atirado no sargento Rubem Ferreira, foi preso e conduzido ao presídio militar, na sede do Comando Geral da Polícia Militar, no Calhau. Ele teria sido chamado pela primeira dama de Paço do Lumiar para ir até o local do tiroteio.

Fonte: O ESTADO


                        Publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário