AV: LEÔNCIO PIRES DOURADO EM FRENTE O QUARTEL DA PM

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

THIAGO BARDAL É PRESO SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO COM ASSALTOS A BANCO



Do Imirante

  Ele foi encaminhado para a sede da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Secor).

  O delegado afastado e ex-superintendente da Seic (Secretaria de investigações criminais) do Maranhão, Thiago Bardal foi preso, nesta quarta-feira (28), suspeito de envolvimento com uma quadrilha especializada em assaltos a bancos na região Tocantina, no Maranhão.

  Foram cumpridos mandados de prisão preventiva contra Bardal e o investigador João Batista de Sousa Marques, em São Luís. Além deles, foram presos mais dois advogados, Werther Ferraz Júnior e Ary Cortez Prado Júnior, suspeitos de envolvimento no esquema, na cidade de Imperatriz. As investigações apontam recebimento de propina de quadrilhas que assaltavam bancos no Estado. O valor era de aproximadamente R$ 100 mil por assalto.

  Thiago Bardal foi encaminhado para a sede da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Secor), em São Luís.

Acusações anteriores

  Uma operação da Polícia Militar, realizada na noite do dia 21 de fevereiro deste ano que se estendeu até a noite do dia seguinte, desarticulou uma organização especializada em contrabando de mercadorias. O ponto base desse bando criminoso era um sítio no povoado Arraial, no bairro do Quebra-Pote, onde havia até mesmo um porto clandestino.

  Ainda durante esse cerco policial, foram apreendidos veículos, armas, munição, dinheiro e uma carga de uísque e cigarros contrabandeados. Policiais militares, empresários e políticos foram presos.

  As investigações pontaram Thiago Bardal como um dos líderes desse bando, e ele acabou sendo preso no dia 2 de março deste ano por meio de determinação judicial. Bardal também foi denunciado por peculato e prevaricação.

  Thiago Bardal ficou preso em uma das celas do presídio destinado a policiais civis, anexo da delegacia da Cidade Operária, e foi solto no dia 24 de maio, após o pagamento de fiança no valor de R$ 30 mil.

Fonte: Falandoseriobacabal.blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário