RUA LEONCIO PIRES DOURADO ESQUINA COM A RUA JOÃO PESSOA, BAIRRO BACURI

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Três barbáries na Grande Ilha



Somente nos últimos dias e até o fechamento desta edição, foram registrados três casos deste tipo de crime; outras mortes violentas foram registradas

Morte por linchamento de Cleidenilson Pereira da Silva, em 2015, ganhou ampla repercussão nacional (Foto: Biné Morais / O ESTADO)

  SÃO LUÍS - Após cessar de forma temporária na Grande Ilha, o linchamento voltou a virar rotina. Somente nos últimos dias e até o fechamento desta edição, pelo menos três casos com características deste tipo de crime foram registrados. Além destas ocorrências, outras mortes violentas também ocorreram neste fim de semana.

  O caso mais recente relativo a linchamento, de acordo com informações apuradas no Instituto Médico Legal (IML), teria ocorrido na madrugada de ontem (13). De acordo com fontes ligadas à polícia, o corpo de um homem identificado preliminarmente como Josinaldo Pinto Santos, de idade não revelada, foi encontrado na praia de Guarapiranga, bairro Santa Bárbara (Zona Rural de São Luís). Segundo a perícia, o corpo do homem apresentava sinais de golpes de paulada e lesões que aparentavam ser oriundas de linchamento. O caso será apurado.

  Na noite de sábado (12), no bairro Parque Jair, a vítima identificada apenas como José de Ribamar, residente na Rua Linaldo Santos, foi encontrada com marcas de golpes na cabeça e vários arranhões. A suspeita é de que o crime tenha sido motivado por acerto de contas ocasionadas pelo tráfico de drogas. Outra hipótese seria vingança, já que a vítima teria histórico de agressões contra a mãe dele. A polícia investiga o caso.

  O terceiro caso de linchamento ocorreu na noite de sexta-feira (11) no Maiobão. De acordo com as informações da polícia, a vítima – identificada como Ânderson Martins Vieira – estava em um estabelecimento comercial do bairro quando teria se desentendido com um homem por motivo ainda desconhecido. Ao se irritar com a vítima, o suposto autor do crime começou a desferir pauladas, chutes e golpes de cadeira contra a mesma, que ficou bastante ferida. O homem ainda chegou a ser encaminhado para uma unidade de saúde, no entanto, não resistiu e veio a óbito em seguida.

 Até o momento, a polícia ainda não tem informações sobre o autor do linchamento. Este tipo de crime começou a vir à tona em 2015, quando um homem identificado por Cleidenilson Pereira da Silva foi morto brutalmente por várias pessoas que o agrediram e o acusaram de praticar um assalto, minutos antes, em São Luís. Os acusados do linchamento respondem por homicídio duplamente qualificado.

Outros casos

  Outros homicídios também foram registrados na Região Metropolitana, neste fim de semana. O caso que mais chamou a atenção aconteceu na Região Central de São Luís na noite de sábado (12). De acordo com informações coletadas no Instituto Médico Legal (IML), a vítima identificada como Adrielle Santiago Cardoso, de idade não revelada, foi morta com vários tiros nas proximidades da Fonte das Pedras, ao lado do Mercado Central.

  Segundo informações preliminares, a vítima seria usuária de drogas e estaria devendo valores. Ainda de acordo com testemunhas, em virtude do grande acúmulo de usuários de drogas em uma dos locais históricos da cidade – como é a Fonte das Pedras – os crimes têm se tornado comuns no local.

 O outro crime deste fim de semana não teve o local confirmado pela polícia. De acordo com o IML, a vítima – identificada como Gilson Rodrigues Brito, de idade não revelada, teria sido morta com vários tiros. O corpo da vítima foi encaminhado para a sede do IML na noite de sábado (12) do Hospital Clementino Moura, o Socorrão II.

 Por fim, deu entrada no IML o corpo de Wesley Gleison Lopes, de 20 anos, morador da rua do Cajueiro, no São Raimundo. De acordo com informações da família, a vítima estaria nas proximidades de sua residência quando foi cercado por homens que desferiram tiros contra ele. Ainda segundo a família, Wesley teria boa índole.

Fonte: O ESTADO



                            publicidade
RUA QUINTINO BOCAIUVA ESQUINA COM SÃO VICENTE DE PAULA, FEIRA DO BOM SUCESSO

Nenhum comentário:

Postar um comentário