RUA LEÔNCIO PIRES DOURADO EM FRENTE O QUARTEL DA PM

sábado, 24 de dezembro de 2016

Em Viana, polícia militar é preso após assalto



José Arnoldo Nunes Martins é lotado no 1º BPM, em São Luís, e mais duas pessoas foram levada para a delegacia onde foi reconhecido pela vítima


José Nunes, PM preso por assalto em Viana
José Nunes, PM preso por assalto em Viana (Foto: Divulgação)

  Um sargento da Polícia Militar foi preso no município de Viana (distante aproximadamente 220 km de São Luís) depois de cometer um assalto na companhia de outras duas pessoas. José Arnoldo Nunes Martins é 3º sargento lotado no 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM), sediado na capital maranhense, e foi detido durante a ação realizada na noite de quinta-feira.

  De acordo com o delegado Toriel Sardinha, da Delegacia Regional de Viana, o distrito policial recebeu a informação de um assalto no povoado Guarapiranga, que pertence ao município de São Bento. No local, os criminosos haviam roubado cerca de R$ 1.560,00 de um estabelecimento comercial.

  Após o delito, os criminosos fugiram em direção à cidade de Viana. Diligências foram feitas na região e os policias da delegacia avistaram um veículo modelo Corsa Classic em atitude suspeitas. Foi feita a abordagem no veículo onde estavam o policial e outras duas pessoas identificadas como Evandro Ferreira e Atanael Galvão Costa.

  Ao ser abordado, José Arnoldo se identificou como policial, mas a averiguação prosseguiu da mesma forma. Dentro de uma bolsa, os policias encontraram a quantia roubada e ainda um revólver calibre 38 e um simulacro de arma de fogo. Já na cintura do sargento José Arnoldo, os policiais encontraram duas armas: um revólver calibre 38 e uma pistola ponto 40. Com eles, os policiais também encontraram 22 trouxas de maconha.

  Todos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Viana. No distrito policial a vítima reconheceu o trio como sendo o autor do roubo, mesmo Evandro Ferreira e Atanael Galvão negando o fato. Já o sargento José Arnoldo preferiu ficar em silêncio, afirmando que se manifestaria apenas em juízo.

  Todos os três foram autuados em flagrante por roubo majorado com o concurso de pessoas, associação criminosa e tráfico de drogas. Com o delito, o sargento pode ser expulso da Polícia Militar (PM). Todos estão à disposição da Justiça.

  Policial Civil – A prisão do policial militar aconteceu um dia após o investigador da Polícia Civil identificado como Marcelo Pinto Pedrosa, de 46 anos de idade, ter sido preso em São Luís após um assalto.

  As câmeras de videomonitoramento da Secretaria de Segurança Pública (SSP) flagraram toda a ação. O investigador da polícia, na companhia de Fernanda Martins Almeida Pedrosa, de 36 anos, e Vanderlúcio Diniz Gomes, de 25 anos, estava em um veículo quando abordaram um idoso, levando a sua bolsa e objetos pessoais.

  A vítima entrou em contato com uma guarnição da polícia que estava próxima e, após as diligências, o trio de assaltantes foi preso. Todos eles foram encaminhados para o Plantão de Polícia Civil da Vila Embratel. O investigador foi liberado pelo delegado plantonista, mas horas depois foi recapturado.

Fonte: iMirante.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário