magazinemmarinhos


Rua Perimentral Castelo Branco esq com a Rua Oratório no Parque Anhanguera

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Mulheres estarão no comando do Orçamento; Eliziane Gama será vice da CMO

 


Senadora maranhense diz que vai trabalhar para que sejam alocados ‘recursos ideais’ nos programas sociais e de saúde, e em projetos para beneficiar estados e município

Pela primeira vez na história da democracia brasileira, a composição da CMO (Comissão Mista de Orçamento) terá presidente e vice-presidente mulheres. A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), líder do Bloco Parlamentar Senado Independente (Cidadania/PDT/Rede/PSB), foi aclamada vice-presidente da CMO nessa quinta-feira 25.

Para a parlamentar, que também será relatora setorial de Cidadania e Esporte da CMO, a conquista é muito simbólica.

“A bancada feminina está galgando posições importantes num momento crucial da nossa democracia. Me sinto honrada por ocupar esse cargo justamente na semana em que comemoramos 89 anos da conquista do voto feminino”, destacou Eliziane.

A senadora maranhense diz que vai trabalhar para que sejam alocados “recursos ideais” nos programas sociais e de saúde, e em projetos para beneficiar estados e municípios.

“Um bom orçamento é decisivo para se garantir a retomada do crescimento econômico, com mais justiça social”, afirmou.

 CMO é presidida pela deputada federal Flávia Arruda (PL-DF). Fonte: Atual7.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Covid-19: Piauí e Pernambuco anunciam toque de recolher


Todas as atividades econômicas e sociais estão proibidas das 20h até as 5h durante a semana, e das 17h às 5h nos finais de semana.

© Reuters

Os estados de Pernambuco e de Piauí estabeleceram toque de recolher e a capital da Bahia, Salvador, determinou o fechamento de praias na tentativa de conter o avanço do novo coronavírus.

Em Pernambuco, o governo do estado decretou toque de recolher em 63 municípios das gerências regionais de Saúde de Limoeiro, de Caruaru e de Ouricuri, localizadas no agreste e sertão pernambucano de sexta-feira (26) até o dia 10 de março. Todas as atividades econômicas e sociais estão proibidas das 20h até as 5h durante a semana, e das 17h às 5h nos finais de semana.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, justificou a medida pela aceleração de casos de covid-19 nessas cidades e pela superlotação dos hospitais.

No Piauí, um novo decreto instituiu toque de recolher a partir desta quarta-feira (24) em todo o estado das 23 h às 5 h até o dia 4 de março, ficando proibida a circulação de pessoas em espaços e vias públicas. Nos finais de semana devem funcionar somente atividades essenciais. O governador Wellington Dias afirmou que, se for preciso, vai endurecer as restrições nos próximos dias.

Em Salvador, o prefeito Bruno Reis, determinou o fechamento das praias e dos clubes da capital baiana a partir desta quarta-feira. A proibição vai até o dia 2 de março e tapumes devem impedir a circulação de pessoas nas praias do Rio Vermelho, Amaralina e também na Barra. Agentes e viaturas vão patrulhar quase 60 quilômetros de litoral. O prefeito disse que o sistema de saúde está à beira do colapso.

Com informação: Agência Brasil

Senadora Eliziane critica novo auxílio com corte em saúde e educação




criticou a articulação do governo federal para acabar com a obrigatoriedade do gasto mínimo constitucional em educação e saúde para estabelecer uma nova rodada do auxílio emergencial com o agravamento da crise econômica e sanitária.


A proposta foi apresentada pelo relator da PEC Emergencial, senador Márcio Bittar (MDB-AC). A PEC deve ser votada nesta quinta-feira (25) pelo Senado.


Para a parlamentar, vincular o auxílio emergencial ao fim da exigência de um gasto mínimo em saúde e educação é um erro.


“A PEC emergencial não pode comprometer áreas tão importantes. É dar com uma mão e t


irar com a outra. São os mais pobres que precisam de escolas e hospitais públicos. Desvincular é retrocesso”, criticou.


A Constituição estabelece que estados devem investir 12% da receita em saúde e 25% na educação. Os municípios são obrigados a aplicarem 15% (saúde) e 25% (educação). Já a União não pode reduzir o investimento nas duas áreas que é corrigido pela inflação do ano anterior.


“Parece que o governo quer dar com uma mão e tirar com outra. É injustificável que em nome de uma ajuda temporária, que é o auxílio emergencial, se prejudique de forma permanente áreas tão fundamentais como a saúde e a educação. Não vamos aceitar a proposta como ela foi construída para ser votada no Congresso, não vai passar. Faremos emendas para que o auxílio possa existir e o investimento básico na saúde e na educação possam ser mantidos”, disse Eliziane Gama

domingo, 21 de fevereiro de 2021

Eliziane Gama destaca importância dos Retiros Culturais e lembra que evento iria comemorar 15 anos de realização


A parlamentar disse que tem esperança que o evento seja realizado no próximo ano.


A autora da Lei 8.904/08 que ampara a Semana Maranhense de Retiros Culturais, senadora Eliziane Gama se manifestou através das redes sociais, nesta terça-feira, dia 16 de fevereiro, sobre a importância do evento para a juventude cristã do Maranhão.

Eliziane Gama lembrou que esse ano o evento de encerramento da Semana de Retiros Culturais completaria 15 anos, mas por conta da pandemia da Covid-19 não pode ser realizado.

“Este ano seria a décima quinta edição do encerramento da Semana de Retiros Culturais amparada na Lei 8.904/08 de minha autoria. Espero que no próximo ano todos nós estejamos juntos celebrando ao Rei Jesus!”, destacou a senadora maranhense.

Os retiros são realizados anualmente no período carnavalesco pelas igrejas evangélicas do Maranhão com uma vasta programação artística, musical e de ministração da Palavra de Deus. Há 15 anos o encerramento da semana de retiros é celebrado com um grande evento que reúne milhares de pessoas.

Fonte: Blog de Luiz Cardoso

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

*covid-19 conselheiro tutelar Junior Silva testou positivo nesta última quinta-feira 18*



O conselheiro tutelar Junior Silva de imperatriz- ma testou positivo para covid-19, segundo informações recebidas pelo nosso blog Junior foi diagnosticado nesta última quinta feira 18 de fevereiro, o mesmo passa bem está em isolamento social em sua residência com sintomas leves, nosso blog entrou em contato via telefone com o mesmo que nos tranquilizou, está bem tomando as medicações, e logo voltará para as suas atividades.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Motorista relata perigo que passou dentro da carreta em trecho que rompeu no Maranhão


O rompimento aconteceu no momento em que o motorista de uma caminhão boiadeiro passava em um trecho da MA-012 entre os municípios de São Roberto e Esperantinópolis, região central do Maranhão. O enorme caminhão ficou entre as duas cabeceiras do trecho interrompido.

Fonte: Blog Asmoimp

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Decretos de armas: proposta de Eliziane Gama contra Bolsonaro ganha destaque nacional



O Jornal Hoje, da Rede Globo de Televisão repercutiu a iniciativa da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), líder do Bloco Senado Independente, que protocolou nesta segunda-feira (15) quatro projetos (PDLs) com o objetivo de sustar os quatro decretos presidenciais que promovem um derrame de armas de fogo e munições no Brasil.
Senadora diz que medidas ‘extemporâneas’ editas pelo governo Bolsonaro são um crime de lesa pátria e uma traição à democracia (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Ao justificar os projetos, Eliziane alegou que os decretos extemporâneos são um crime de lesa pátria e uma traição à democracia.

“Não se justifica por interesses econômicos legítimos nem por um suposto aumento da segurança dos cidadãos frente ao crime organizado ou comum. É produto de um instinto belicoso, anti-humano, anticristão, a favor da morte como condutor entre as pessoas”, afirmou.

Para Eliziane, os decretos editados desvirtuam a legislação em vigor no País e exorbitam os limites do Poder Executivo. Em sua conta no Twitter no último sábado (13), a parlamentar classificou os decretos como irresponsáveis.

“Uma irresponsabilidade completa com a qual o Congresso não pode coonestar. Os brasileiros precisam de mais concórdia, tolerância, amor e vacina, não de violência e armas”, declarou.

De acordo com levantamento divulgado pela BBC, com o acesso facilitado de armas, o Brasil fechou 2020 com recorde de 180 mil novas armas de fogo registradas na Polícia Federal, um aumento de 91% comparado a 2019.
Decretos

O governo justifica que os decretos publicados no Diário Oficial na última sexta-feira (12), que passam a valer em 60 dias, regulamentam o Estatuto do Desarmamento, aprovado em 2003.

O conjunto de medidas do governo flexibilizam o uso e a compra de armas de fogo e permite às pessoas autorizadas adquirir até seis armas, ante as quatro hoje autorizadas. O governo também estabeleceu a permissão para que atiradores adquiram até 60 armas e caçadores, 30, só sendo exigida autorização do Exército quando superar essa quantidade. (Assessoria da parlamentar)


Fone:Blog do Luis Cardoso

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

Eliziane reforça fiscalização ambiental na Amazônia


 A líder do Bloco Senado Independente, senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), disse que o fim da Operação Verde Brasil 2, com a retirada das Forças Armadas do combate ao desmatamento na Amazônia, não pode enfraquecer a fiscalização ambiental na região.

“Que a saída das FFAs do comando do Conselho da Amazônia não signifique um enfraquecimento ainda maior da já fragilíssima política de fiscalização ambiental brasileira. O Ministério do Meio Ambiente já mostrou o descaso com a proteção dos nossos biomas”, alertou a senadora, coordenadora da Frente Ambientalista do Senado.

A retirada dos militares da operação foi anunciada nesta quarta-feira (10) pelo vice-presidente Hamilton Mourão, durante reunião do Conselho Nacional da Amazônia Legal, que é presidido por ele. Segundo Mourão, a região terá agora a “colaboração das agências de fiscalização dos ministérios da Justiça, Meio Ambiente, Agricultura e Gabinete de Segurança Institucional”.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

Grave acidente com Van que saiu de Coroatá deixa uma pessoa morta e vários feridos

O veículo seguia para São Luís transportando 18 passageiros para tratamento. A vítima fatal foi a servidora pública Alcivane do Vale Monteiro de Sousa, de 61 anos.

Bombeiros durante o resgate das vítimas

Na madrugada desta quarta-feira (10), por volta da 3h da manhã, o condutor de um micro-ônibus, que presta serviços de Tratamento Fora do Domicílio (TFD) em Coroatá, perdeu o controle em uma curva aberta, que capotou e parou tombado na BR-222, nas proximidades da Curva do S, entre Vargem Grande e Itapecuru-Mirim

Com o impacto a senhora Alcivane do Vale Monteiro de Sousa, de 61 anos, veio a óbito. Outras nove pessoas ficaram feridas e algumas delas presas nas ferragens. Uma mulher grávida de 3 meses era umas das ocupantes do micro-ônibus e mais três crianças.

Dona Alcivane era servidora pública e estava acompanhando o marido que ia fazer tratamento na capital

O veículo seguia no sentido crescente da rodovia, deslocando de Coroatá para São Luís transportando 18 passageiros para tratamento de saúde em São Luís.

Uma equipe do corpo de bombeiros foi até o local atender a ocorrência e retiraram todas as vítimas do acidente, encaminhando elas ao hospital regional Adélia Matos, em Itapecuru.

O Instituto Médico Legal (IML) também esteve no local para retirada do corpo da vítima que veio a óbito. O atendimento da ocorrência foi finalizado por volta das 6h da manhã.

Fonte: Coroatá Online



Publicidade
RUA QUINTINO BOCAIUVA ESQUINA COM SÃO VICENTE DE PAULA, FEIRA DO BOM SUCESSO


Eliziane Gama critica pagamento de auxílio emergencial vinculado a curso e defende PEC para financiar benefício




A Senadora já começou a colher assinaturas de apoio à PEC que institui o ‘Orçamento das Oportunidades’ para financiar um programa de renda básica para os vulneráveis (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

A proposta da equipe econômica do governo federal de condicionar o auxílio emergencial a curso profissionalizante recebeu duras críticas da líder do Bloco Senado Independente, Eliziane Gama (Cidadania-MA), nesta terça-feira (09).





Segundo o jornal ‘Folha de S. Paulo’, o governo prepara um plano para liberar três parcelas de R$ 200 para trabalhadores informais não atendidos pelo Bolsa Família, mas para receber o auxílio, a pessoa precisaria participar de um curso de qualificação profissional. Para Eliziane Gama, a proposta do governo dificulta o acesso dos informais, principalmente dos estados e municípios do Norte e Nordeste do País.


“A impressão é que o governo não quer um novo auxílio emergencial, por isso cria regras absurdas, como condicionar a cursos profissionalizantes. Como o interior do Nordeste e da Amazônia farão isso tão rapidamente? O cuidado com as pessoas e solidariedade não pedem condicionante!”, postou a parlamentar em sua conta no Twitter.
PEC do Auxílio Emergencial

Durante a primeira reunião de líderes sob o comando do novo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), nesta terça-feira, a senadora apresentou sugestões para o novo auxílio emergencial por meio de PEC (Proposta de Emenda à Constituição).

O objetivo da proposta de autoria da senadora, que contou com o apoio técnico do consultor Pedro Nery, é instituir o ‘Orçamento das Oportunidades’, de natureza especial, para financiamento da Renda Básica, direito de todo cidadão que esteja vivendo em condição de vulnerabilidade.


“O orçamento das oportunidades será financiado pela tributação progressiva sobre altas rendas, revogando a isenção sobre lucros e dividendos distribuídos de pessoas físicas, bem como qualquer outro tipo de tributação favorecida, para aqueles que ganham mais de R$ 40 mil por mês. Também propusemos uma nova tributação sobre as heranças para ser repartida entre União e os Estados. Nossa expectativa é que a arrecadação adicional da União aumente entre 40 e 60 bilhões de reais”, explicou Eliziane Gama, que começou hoje (09) a colher assinaturas de apoio para a proposta.

A parlamentar justifica ainda que a tributação progressiva sobre altas rendas e transmissão de patrimônio financiariam a renda básica e políticas de emprego e creches para a população vulnerável.


“É importante destacar também que nenhum estado perderá arrecadação, mesmo os mais ricos, já que a alíquota será muito maior que a atual”, explica Eliziane Gama.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

Afastada dos confrontos políticos no estado, Eliziane Gama lidera bloco no Senado e ganha força para 22



Com atuação discreta durante a guerra eleitoral que no ano passado elegeu os novos prefeitos e vereadores e sem se envolver na disputa ferrenha entre o senador Weverton Rocha (PDT) e o vice-governador Carlos Brandão (Republicanos) na barulhenta eleição da diretoria da Famem, situações pelas quais foi elogiada e criticada, a senadora Eliziane Gama (Cidadania) foi escolhida para liderar o Bloco Senado Independente (BSI), formado por nove parlamentares de quatro partidos – Cidadania, PDT, Rede e PSB – além de ter sido eleita para a 3ª suplência da Mesa do Senado, o que reforçou seu cacife no plenário da Câmara Alta. A liderança do BSI e a suplência no comando da Casa confirmaram o que já vinha sendo percebido por observadores mais atentos: Eliziane Gama resolveu investir toda sua energia política na primeira metade do mandato senatorial, atuando fortemente como parlamentar – com discursos densos sobre temas fortes, incluindo severas críticas ao Governo e às diatribes do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) –, e como legisladora – já tem uma considerável produção legislativa. Além de brigar pelos interesses do Maranhão na Esplanada dos Ministérios.

Parece claro que nesse primeiro momento da sua trajetória na Câmara Alta a senadora fez uma opção clara e objetiva por não se envolver na dura e desgastante guerra política da planície. Isso pode ser explicado em parte pelo fato de não pertencer a um partido que joga pesado nesse campo – o Cidadania elegeu apenas um prefeito. E também pelo fato de que na maioria dos municípios a disputa se deu num ambiente em que mais da metade dos candidatos a prefeito associaram suas eleições a líderes que miram o Palácio dos Leões nas eleições de 2022, a exemplo do seu colega Weverton Rocha e do vice-governador Carlos Brandão. O seu envolvimento ostensivo na disputa municipal certamente a colocaria como parte desse confronto maior pela sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB). E como seu partido não tem lastro, o resultado das eleições municipais certamente a apontaria como uma liderança derrotada e sem base. O distanciamento da refrega a livrou de um desgaste desnecessário.

Já vista por seus pares como um quadro de excelência parlamentar, a senadora Eliziane Gama tem agora o desafio de mostrar que tem habilidade para jogar num tabuleiro de raposas. O BSI é um bloco que, independentemente das ações individuais dos seus integrantes, tem três focos, que estão interligados: a defesa da democracia, a defesa dos interesses nacionais e o fortalecimento do Senado. Sua tarefa é articular posições comuns dos integrantes do BSI em relação a questões e projetos importantes. Não será tarefa fácil unir o bloco, que reúne senadores como o determinado Weverton Rocha, o atuante e bem posicionado amapaense Randolfe Rodrigues (Rede), e o competente, mas temperamental, cearense Cid Gomes (PDT). Se topou o desafio, encarado por Weverton Rocha desde que o bloco foi formado, Eliziane Gama o fez convencida de que dará conta do recado.

O seu distanciamento das guerras na planície, porém, não a afastaram da elite política que se movimenta alimentando projetos de poder dentro da grande aliança comandada pelo governador Flávio Dino, a exemplo de Weverton Rocha, Carlos Brandão e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), e fora dela, como o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), e seu colega de Caxias, Fábio Gentil (Republicanos), para citar alguns exemplos. Em todas as conversas e avaliações isentas de partidarismo, Eliziane Gama é naturalmente incluída. E com um dado importante que favorece seu cacife: não tendo condicionamento partidário, tem perfil adequado para surgir como nome de consenso num ambiente de fortes tensões e diferenças. E não são poucos os que a veem por esse viés, enxergando um nome preparado e preservado para liderar a aliança dinista como candidata ao Governo em 2022.

Seus movimentos nos próximos meses dirão como será seu futuro próximo na seara política do Maranhão.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

Comerciante é encontrado morto após ser levado por policiais à paisana no MA

Caso aconteceu em Bacabal. Vídeo mostra o momento em que o comerciante é levado pelos policiais.


Foi encontrado nesta terça-feira (2), o corpo do comerciante Marcos Santos, que estava desaparecido desde segunda (1º), após ser colocado à força dentro de um carro na cidade de Bacabal, a 347 km de São Luís. Um vídeo mostra o momento em que ele é levado por alguns homens.

O corpo de Marcos Santos foi achado por familiares no povoado Fazenda Cancelar, em São Luís Gonzaga do Maranhão, com marcas de tiro e sinais de violência. Segundo as investigações, os homens que colocaram o comerciante no carro são policiais militares do 15º BPM que estavam trabalhando sem fardamento, os chamados 'velados'.

Três policiais são suspeitos do crime. Em depoimento, afirmam que estavam trabalhando em uma investigação sobre um caso de roubo de carneiros. Disseram ainda que houve troca de tiros com o comerciante, o que ainda é investigado.

Em um vídeo, o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, disse que os responsáveis serão responsabilizados.

“Não se combate o crime praticando crime. O combate ao crime há de ser de modo legal e legítimo. Não se combate o crime com o uso desregrado da força. Deve prevalecer a força da Lei contra a força do crime. Os envolvidos serão responsabilizados”, disse Portela.

Nesta terça (2), equipes de São Luís foram levadas até Bacabal para investigar o caso. Dentre eles, o delegado Jeffrey Furtado, que também foi destacado para investigar o caso envolvendo o assassinato do auxiliar da perícia médica da Polícia Civil, Salomão Matos dos Santos. Ele também teria sido morto por policiais militares descaracterizados.



Fonte: Coroatá Online


Ex-padre e agora professor é preso por abuso sexual contra estudantes no Maranhão

O ex-padre já havia sido denunciado por prática de abuso sexual contra fiéis e como castigo perdeu apenas a batina, sem ser indiciado por estupro. Na condição de professor, Isac Menezes permaneceu praticando os mesmos crimes na cidade de Pinheiro.


A Delegacia Especial da Mulher entrou no caso e cumpriu mandado de prisão do professor depois de receber denúncias de duas vítimas por crime de estupro.

Os investigadores da DEM em Pinheiro concluíram que o ex-padre se utilizava do cargo de professor para abusar das suas vítimas. Por isso, ele teve prisão decretada e cumprida. Isac Menezes foi recolhido na tarde de ontem, terça-feira (02) para a Unidade Prisional de Pinheiro.

Fonte: Blog do Luiz Cardoso



Publicidade 
RUA QUINTINO BOCAIUVA ESQUINA COM SÃO VICENTE DE PAULA, FEIRA DO BOM SUCESSO