magazinemmarinhos


Rua Perimentral Castelo Branco esq com a Rua Oratório no Parque Anhanguera

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Candidatos à presidência da Câmara Municipal de Imperatriz movimentam os bastidores do legislativo




Dois vereadores se colocam como pretensos concorrentes: João Silva e Adhemar Jr. 

No dia 1º de janeiro de 2021, enquanto tomam posse, os 21 vereadores eleitos em Imperatriz vão escolher o novo presidente da Câmara Municipal que irá substituir José Carlos Soares (Patriota) no comando da mesa diretora. Mas a disputa acontece bem antes, precisamente logo após os resultados das eleições do último dia 15 de novembro e tem movimentado os corredores do parlamento. Pelo menos até agora dois vereadores se colocam como francos candidatos e com disposição para lutarem por isso. Conheça os perfis: 


João Silva (MDB) 

Reeleito pela sétima vez, João Francisco Silva faz campanha entre os vereadores para alcançar o maior número de apoios e chegar à presidência pela segunda vez. Assumiu a Câmara de julho a dezembro de 1996 quando o presidente Salgado Filho virou prefeito no afastamento de Salvador Rodrigues. Silva disse que não vai procurar os líderes, já que o voto pertence a cada vereador, então tem feito os contatos diretamente com cada um. 

Para chegar à presidência, no entanto, o experiente vereador vai se valer da base do atual prefeito Assis Ramos que cresceu muito, e embora tenha o maior número de eleitos, prefere ver o cenário com humildade e não considera nada garantido. 



Adhemar Júnior (Solidariedade) 

Do outro lado está Adhemar Freitas Júnior. Reeleito, vem para seu segundo mandato. Jovem, imperatrizense, foi o segundo vereador mais bem votado na última eleição. O parlamentar pretende disputar a presidência da Câmara pela segunda vez. Júnior faz parte da chamada “ala livre”, conta com a simpatia da maioria, o que lhe garante musculatura, mas vai ter que trabalhar muito para alcançar os votos necessários. Sua missão se mostra mais difícil, mas não impossível. 



Os dois são advogados, legalistas, equilibrados, mas com posturas diferentes. Enquanto Silva é mais combativo, Adhemar costuma ser mais sereno. São bons estrategistas, tem vários projetos, indicações e conquistas voltadas à população do município. Mas em uma coisa concordam, os dois não abrem mão de seguir os princípios da administração pública para comandar a Casa de Leis, baseados no LIMPE: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência. Tanto um como o outro irão buscar formas de administrar o legislativo desta forma. 

O mandato da mesa diretora da Câmara Municipal de Imperatriz tem duração de dois anos. O próximo presidente terá um orçamento anual de aproximadamente R$ 24 milhões para serem administrados. A eleição vai acontecer no dia 01 de janeiro, mas até lá muita coisa ainda pode acontecer e como alguns vereadores dizem: “para a presidência, até vaca desconhece bezerro”.

Sidney Rodrigues – ASSIMP 
Fotos – Sidney Rodrigues 

Nenhum comentário:

Postar um comentário