NA BEIRA RIO

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Presidente da Câmara de Imperatriz lamenta morte do jornalista Waldir Braga

 Waldir Braga completaria 90 anos em junho

  O presidente da Câmara de Vereadores de Imperatriz, José Carlos Soares, lamentou a morte do jornalista, escritor e político Waldir Braga, ocorrida em Carolina nesta quarta-feira (13). "Ele foi importante personagem na história da política, da história e do jornalismo do sul do Maranhão, tendo grandes laços de amizade e admiração em Imperatriz", disse o presidente.
Ao lado do irmão, Ulisses Braga, Waldir foi um dos líderes da chamada "Revolução de Janeiro", movimento popular que em em janeiro de 1995 forçou a deposição do então prefeito Salvador Rodrigues, que sucedia Renato Moreira, prefeito assassinado no cargo em outubro de 1993. O movimento ocupou a Prefeitura e forçou uma intervenção estadual no município, tendo a governadora Roseana Sarney nomeado para o cargo o empresário Ildon Marques, depois prefeito duas vezes através do voto popular.
Editor do jornal Folha do Maranhão do Sul,  Waldir Azevedo Braga morreu aos 90 anos. Nasceu em 29 de junho de 1928, em Carolina. Trabalhou em jornais do Rio do Janeiro e do Maranhão. Publicou contos, crônicas e poesias, além de textos políticos, se tornando membro da Academia Imperatrizense de Letras (AIL).
Foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Carolina. Era também historiador.
O vereador Carlos Hermes destacou a trajetória de Waldir Braga no jornalismo e na pesquisa histórica. "Era um intelectual, um pesquisador da história da formação do sul do Maranhão. Também militou com destaque no jornalismo e na política. Foi referência para muitos de nós, políticos e historiadores", afrimou o vereador do PCdoB.

Texto: Carlos Gaby/Assimp
Foto: internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário