RUA LEÔNCIO PIRES DOURADO EM FRENTE O QUARTEL DA PM

terça-feira, 21 de agosto de 2018

Presidente da Câmara de Imperatriz sai em defesa de Flávio Dino


  O presidente da Câmara Municipal de Imperatriz, José Carlos Soares, ocupou a tribuna na sessão desta terça-feira (21) para defender o governador Flávio Dino de críticas feitas pela prefeito Assis Ramos, do MDB, mesmo partido da principal concorrente do governador na eleição para o Governo do Maranhão.

  "O atual prefeito disse que o governador é perseguidor. Vim aqui justamente saber a razão do por que o governador é perseguidor da gestão do Assis Ramos", justificou o presidente da Casa, ao iniciar seu pronunciamento.

  Em seguida, passou a enumerar uma série de ações do governo do Flávio Dino que, segundo ele, deram suporte à gestão do atual prefeito.

  "Primeiro, ele (o prefeito) pediu três agentes policiais para fazer parte de seu governo. O governador Flávio Dino prontamente atendeu e cedeu os três servidores, que são o secretário de Saúde, o secretário de Educação e o secretário de Trânsito", elencou. "O governador não colocou nenhum empecilho e hoje eles fazem da administração municipal".

  "Depois, o governador depositou R$ 5 milhões na conta da Prefeitura pra ajudar na saúde e se colocou à disposição do prefeito para trabalhar com o prefeito. Depois, foi (o prefeito) nas redes sociais reclamar que o governo do estado criou empecilho para alavancar o projeto do PAC 2. Outra falácia porque na hora que o governador soube, prontamente veio aqui na Beira-Rio e entregou o projeto ao Assis Ramos", lembrou.

  O presidente da Câmara Municipal disse que tem procurado "aonde se encaixa" no governador Flávio Dino a pecha de perseguidor.

  Disse que observa nas redes sociais "os comentários das viúvas do poder", "daqueles que em um passado bem próximo viviam felizes", "o chororô e a tristeza deles no que diz respeito ao crescimento e o avanço do Maranhão nos últimos três anos e meio".

  José Carlos destacou o trabalho do atual governo estadual no combate ao crime organizado, aos assaltos a bancos e ao roubo de veículos (carros e motos). "Hoje, o estado tem três bases com helicópteros para combater o crime organizado em todas as regiões do estado: aqui em Imperatriz, em Pinheiro e em São Luís.

  "Fiquei muito entristecido quando ouvi um áudio do Cabo J. Ribamar (ex-secretário municipal de Trânsito) falando de prisão de moto. Ora, no interior do Maranhão era comum acoitar e acobertar roubo de veículos. Roubavam os carros nas cidades grandes e iam vender pelas cidades pequenas e isso não tinha combate, não tinha fiscalização, porque havia um déficit de mais de três mil policiais. E aí o governador Flávio Dino, quem tem um exemplo na segurança do estado, resolveu combater isso, e agora existe policiamento para isso, existe helicóptero para isso, hoje existe viatura para isso", relatou o presidente.

  "E aí os adversários, que não têm argumentos, dizem que fazer segurança corretamente é perseguir. Estou a mais de três anos observando o governo Flávio Dino e nunca vi um ato de perseguição do governador Flávio Dino a ninguém, muito menos ao prefeito Assis Ramos. Posso testemunhar, posso dar declaração", complementou.

  José Carlos destacou ainda algumas ações do governo do estado em Imperatriz, como os mais de 100 quilômetros de asfalto, a Beira-Rio, o Hospital Macro Regional, a criação da Uemasul ("o futuro de nossos filhos e netos"), ajuda à saúde e repasse à UPA do São José.

Previsão

  O presidente disse que, se depender de Imperatriz, não haverá segundo turno no Maranhão, "devido à excelente recepção" que o governador encontra na população. "E se depender do Maranhão, Flávio Dino vai ser presidente do Brasil, porque hoje sei trabalho é referência para outros estados, principalmente na educação, com a Escola Digna, as escolas de tempo integral, os institutos de educação tecnológica e a descentralização da Universidade Estadual", finalizou.

Presidente José Carlos Soares: "governador nunca perseguiu ninguém"



Texto: Carlos Gaby/Assimp
Fotos: Fábio Barbosa/Asssimp

Nenhum comentário:

Postar um comentário