RUA LEÔNCIO PIRES DOURADO EM FRENTE O QUARTEL DA PM

terça-feira, 3 de abril de 2018

Fábio Hernandez renuncia à vice-presidência da Câmara

Fábio Hernandez anunciou oficialmente sua renúncia na sessão desta terça-feira (03)


  O vereador Fábio Hernandez (PSC) comunicou oficialmente nesta terça-feira (03) à Mesa Diretora da Câmara Municipal de Imperatriz sua renúncia à primeira vice-presidência da Casa. O cargo será preenchido através de eleição direta na sessão desta quarta, anunciou o presidente José Carlos Soares. 
Advogado, Fábio Hernandez quer dedicar mais tempo ao seu escritório de advocacia e retomar a agenda de compromissos públicos com apoiadores e eleitores seus, atividade que praticamente suspendeu em razão dos compromissos internos e de trabalho que o cargo requer. 
O Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) prevê, no âmbito do poder legislativo, a licença temporária do advogado eleito que exerça cargo na Mesa Diretora de sua respectiva casa legislativa. 
"Como membro da Mesa Diretora, estava mais ligado aos problemas internos [ da Câmara Municipal] e um pouco engessado na parte do trato com a comunidade, por isso vinha recebendo muitas cobranças. Quero ter um contato mais direto com o povo. Também tem a questão do impedimento legal previsto no Estatuto da OAB, que veda a participa da gente em algumas situações e ações judiciais", justificou o vereador.
Hernandez foi elogiado pelos colegas em razão do desempenho na vice-presidência e nas ocasiões em que teve que presidir as sessões na ausência do presidente José Carlos.

Eleição
O presidente José Carlos Soares confirmou que pelo menos quatro nomes pretendem disputar o cargo: Rildo Amaral (SDD), Aurélio Gomes (PT), Paulinho Lobão (PDT) e João Silva (PRB). O presidente, no entanto, busca um nome de consenso.
O rito da eleição é simples: após aberta a sessão, os pretendentes oficializam suas candidaturas junto à Mesa Diretora e em seguida passa-se à votação aberta e nominal.
O presidente destacou a importância do cargo, ressaltando porém que não há remuneração extra para qualquer membro da Mesa Diretora. 
José Carlos lembrou que ele foi eleito para o cargo em 1996 quando o então vice-presidente, José Ancelmo, renunciou ao cargo e ao mandato em razão da transferência de seu domicílio eleitoral para Montes Altos.
"É um cargo importante e temos vinte colegas aptos para exercê-lo com competência e lisura. O Fábio Hernandez, que é um grande vereador e um grande advogado, exerceu esse cargo não só com competência e com lisura, mas com serenidade e imparcialidade", finalizou o presidente. 

Texto: Carlos Gaby/Assimp
Foto: Divulgação/Assimp



                       Publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário