RUA LEÔNCIO PIRES DOURADO EM FRENTE O QUARTEL DA PM

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Detentos voltam a se rebelar em presídio onde nove morreram em Goiás


Equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais, do Choque e do Grupo de Radiopatrulha foram acionados para a unidade prisional, em Aparecida de Goiânia

© Pixabay

  Presos do regime semiaberto da Colônia Agroindustrial, onde nove detentos foram mortos e 14 ficaram feridos, no dia 1º deste mês, voltaram a se rebelar na noite desta quinta-feira (4). Equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais, do Choque e do Grupo de Radiopatrulha foram acionados para a unidade prisional, em Aparecida de Goiânia.

  Segundo informações do G1, policiais isolaram as redondezas do local. Agentes penitenciários informaram que foram ouvidos diversos disparos na região. Ainda não há detalhes de feridos mortos ou reféns.

  Questionada pela reportagem, a assessoria de imprensa do governo de Goiás declarou que a tentativa de rebelião dos presos foi controlada pelas forças policiais. Eles teriam tentado explodir uma granada dentro da unidade, mas não conseguiram por causa da intervenção policial. Ainda segundo a assessoria, não há mortos, feridos ou reféns.

Entenda o caso

  Uma rebelião na tarde de segunda-feira (1º) deixou nove detentos mortos e outros 14 feridos na Colônia Agroindustrial, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, em Goiás. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de Aparecida de Goiânia (SSPAP) informou que a rebelião aconteceu depois que detentos da ala C invadiram a ala B, dando início a um confronto. Os presos também incendiaram a unidade prisional.

Fonte: Notícias ao Minuto


                        Publicidade
RUA QUINTINO BOCAIUVA ESQUINA COM SÃO VICENTE DE PAULA, FEIRA DO BOM SUCESSO

Nenhum comentário:

Postar um comentário