RUA LEÔNCIO PIRES DOURADO EM FRENTE O QUARTEL DA PM

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Preso acusado de mandar matar dono de panificadora em Imperatriz


Raimundo Romulo de Souza foi preso nesta quarta-feira (27), oito meses após o crime.


Raimundo Romulo de Souza, conhecido como “Pastor”. / Foto: Divulgação/Polícia Civil.

  IMPERATRIZ - A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), deu cumprimento a dois mandados de prisão preventiva contra Raimundo Romulo de Souza, 50 anos, conhecido como “Pastor”.

  Os mandados de prisão foram expedidos pela juíza da Central de Inquéritos e Custódia de Imperatriz e pelo Juiz da 1ª Vara Criminal de São Luís, nesta quarta-feira (27), e foram cumpridos nas primeiras horas da manhã, na cidade de Imperatriz.

  Segundo a polícia, Raimundo Romulo é apontado como o mandante do assassinato do empresário do ramo de panificação Valdiney Pereira da Silva, 41 anos, conhecido como “Ney da Padaria”, o qual era proprietário de uma panificadora no bairro Maranhão Novo, em Imperatriz. Ainda de acordo com a SHPP, o crime aconteceu na noite do dia 27 de abril de 2017.
Valdiney Pereira da Silva foi assassinado a tiros. / Foto: Divulgação/Polícia Civil.

  Constam nos autos que o homicídio teria sido praticado por dois policiais militares da cidade de Imperatriz, cabo Wilson Castro do Nascimento e o soldado Hermano Lima de Queiroz, os quais estão presos e custodiados no Comando Geral da PM, em São Luís.

Fonte: iMirante.com


                       Publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário