RUA LEONCIO PIRES DOURADO ESQUINA COM A RUA JOÃO PESSOA, BAIRRO BACURI

sábado, 21 de outubro de 2017

Menina diz que adolescente já tinha ameaçado colegas de sala antes



Conforme a aluna de 14 anos, o garoto tinha dito que mataria a mãe dela

© Facebook

  O adolescente que disparou 11 tiros, matando dois estudantes e ferindo outros quatro, dentro do Colégio Goyases, em Goiânia, nesta sexta-feira (20), já tinha ameaçado colegas antes. Conforme a aluna de 14 anos, que preferiu não se identificar, o garoto tinha dito que mataria a mãe dela.

  "A gente era muito próximo, mas no começo do ano, ele disse que ia matar minha mãe, só porque eu não sabia responder uma questão de história que ele me perguntou. Depois disso me afastei, mas sem perder o contato totalmente", contou a adolescente ao G1.

veja x; http://www.blogdoxibiu.com.br/2017/10/aluno-de-14-anos-mata-tiros-colegas-em.html

  A jovem também lembrou momentos do tiroteio, e revelou ter ficado sob a mira do colega - a arma usada no crime foi uma .40, exclusiva da polícia, e pertencia à mãe do atirador, que é militar.

  "A professora ainda estava na porta, tirando dúvidas de alguns alunos sobre a feira de ciências, que seria amanhã. Eu estava sentada e ele levantou, apontou a arma para minha direção por uns dois segundos e depois virou para o João Pedro, atirou nele e depois disparou aleatoriamente. Eu assustei, me agachei e sai engatinhando. Não vi mais nada, só olhava para o chão", recordou ao site.

Fonte: Noticías ao Minuto



                         Publicidade
RUA QUINTINO BOCAIUVA ESQUINA COM SÃO VICENTE DE PAULA, FEIRA DO BOM SUCESSO

Nenhum comentário:

Postar um comentário