RUA LEONCIO PIRES DOURADO ESQUINA COM A RUA JOÃO PESSOA, BAIRRO BACURI

sábado, 30 de setembro de 2017

Radialista Renald Café é transferido para presídio

Renald é acusado de pedofilia e foi ouvido ainda na noite dessa sexta-feira.


  IMPERATRIZ – O radialista Francisco Charles Renald Ribeiro Torres, conhecido como Renald Café, que foi autuado por estupro de vulnerável contra duas crianças, uma de 10 e outra de 11 anos, fato ocorrido no fim da tarde dessa sexta-feira (29), nas dependências do Imperial Shopping, foi levado na manhã deste sábado (30) para a Unidade Prisional de Ressocialização de (Imperatriz UPRI), antiga CCPJ, onde deve ir nas próximas horas para Audiência de Custódia.

  Renald é acusado de pedofilia e foi ouvido ainda na noite dessa sexta-feira. As crianças também foram ouvidas e o depoimento de uma delas, a de 10 anos, foi crucial para que o radialista fosse autuado por pedofilia. De acordo com a polícia, a criança deu detalhes do que aconteceu dentro da cabine da rádio, onde aconteceu o abuso.

  Após o ocorrido, um segurança do shopping acionou o Conselho Tutelar, que levou as crianças, que são irmãs, para o Plantão Central da Polícia Civil. De acordo com a conselheira tutelar, Lucilene Santos, que atendeu a ocorrência, as crianças estavam nervosas e choravam bastante.

  “Ao chegar lá encontrei as duas crianças muito nervosas, chorando. Falaram quem era a pessoa. As crianças estavam num evento de uma igreja, quando o radialista teria oferecido uns cartões de um parque de diversão para as elas. Quando as crianças chegaram ao local em que o radialista trabalha, uma rádio no shopping, ele deu esse cartão, um cartão sem crédito. As crianças foram e voltaram até a cabine dele. Então lá, ele teria deixado entrar somente uma criança por vez. Quando a outra foi entrar, foi o momento em que ela pegou ele com a outra criança de 10 anos no colo, esfregando ela no colo dele”, detalhou a conselheira.

  A polícia foi acionada, mas Renald fugiu do local, se apresentando posteriormente na presença de um advogado. Ele prestou esclarecimentos, e foi autuado por pedofilia.

Repercussão

  O caso teve grande repercussão na cidade, e nas primeiras horas da manhã de hoje, o Imperial Shopping, local onde aconteceu o crime, emitiu uma nota. O empreendimento reforçou, por meio da nota, que ao tomar conhecimento do caso, a segurança do Imperial Shopping repassou todas as informações para os órgãos competentes para que façam a apuração caso. A Rádio Imperial é uma empresa terceirizada, independente, que como todas as outras lojas, possui um contrato de locação com o shopping.

Veja a nota na íntegra!

  O Imperial Shopping lamenta e repudia veementemente qualquer ato de violência física ou moral em suas dependências. Sobre o fato ocorrido na Rádio Imperial, empresa terceirizada, que atuava nas dependências do empreendimento, reforçamos que todas as medidas foram tomadas no apoio às famílias das vítimas. A equipe de segurança ao tomar conhecimento do fato repassou todas as informações ao Conselho Tutelar, órgão que agora cuida do caso.

Fonte: iMirante.com



                              Publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário