RUA LEONCIO PIRES DOURADO ESQUINA COM A RUA JOÃO PESSOA, BAIRRO BACURI

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Preso suspeito pelo assassinato de mototaxista em Imperatriz



Mateus dos Santos, de 27 anos, foi preso logo após o crime.

Mateus dos Santos foi preso logo após o crime.
Mateus dos Santos foi preso logo após o crime. - Polícia Militar

  IMPERATRIZ – No fim da tarde dessa terça-feira (11), policiais militares do 14º Batalhão da Polícia Militar prenderam Mateus dos Santos, de 27 anos, suspeito pelo assassinato do mototaxista Antônio dos Santos da Silva, de 50 anos. Ele foi assassinado a tiros, ontem à tarde, no bairro Vila Zenira.

  O suspeito foi preso horas depois de ter praticado o crime. É que a polícia recebeu a informação sobre o homicídio e prontamente se deslocou ao local, juntamente com a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A vítima no entanto, já estava em óbito.

  No local do crime, os policiais foram informados por populares, de que a vítima teve uma luta corporal com o suspeito, que acabou desferindo três disparos de arma de fogo contra Antônio dos Santos. Ainda segundo as testemunhas, a vítima teria relatado antes de morrer, as caracterizas físicas do suspeito, que era seu amigo.

  Segundo a vítima, se tratava de um homem magro, estatura mediana, trajava short jeans, e estava numa Biz preta. Diante destas informações, o Serviço de Inteligências da Polícia Militar, observou o celular da vítima, que continha três a quatro ligações do suspeito. A esposa da vítima também passou informações, confirmando que o marido tinha ligado para o suspeito, marcando um encontro.

  Diante das informações os policias fizeram diligências nas adjacências, e logo conseguiram localizar o suspeito, que estava na companhia de um irmão, identificado como Marcos, que por sua vez, tem passagem pela polícia, pelo crime de assalto.

  De acordo com as investigações, a mãe do suspeito tinha solicitado dinheiro emprestado à vítima para tirar Marcos da cadeia. Conforme os depoimentos, a vítima teria se encontrado com seu algoz num terreno baldio, na região onde aconteceu o homicídio. O crime, provavelmente teria ocorrido por causa dessa dívida.

  O suspeito foi levado para o Plantão Central da Polícia Civil, sem lesões corporais. Ele vai ficar à disposição da Justiça, onde deve responder pelo crime de homicídio.
Fonte: iMirante.com


                         Publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário