RUA LEONCIO PIRES DOURADO ESQUINA COM A RUA JOÃO PESSOA, BAIRRO BACURI

quinta-feira, 16 de março de 2017

Tetracampeão se posiciona sobre caso de maranhense no Barça



Mazinho, que viabilizou a ida de Manu Barcelona, afirmou que não entende posicionamento do Grêmio, que promete ir à FIFA

Emanuel Ferreira, o Manu, passou por testes no Barcelona
Emanuel Ferreira, o Manu, passou por testes no Barcelona (Foto: Arquivo pessoal )

  SÃO LUÍS – O jovem maranhense Emanuel Ferreira, o Manu, continua sendo notícia no cenário esportivo mundial. Depois de virar motivo de uma desavença entre Grêmio e Barcelona, o atleta, que tem apenas 11 anos, e é natural da cidade de Rosário, voltou às manchetes após uma entrevista do ex-jogador Mazinho, que recentemente abriu uma empresa para agenciar a carreira dos filhos Rafinha e Thiago Alcântara. Em entrevista ao Globoesporte.com, o tetracampeão com a Seleção Brasileira afirmou que entende o posicionamento do clube gaúcho, que pretende acionar a FIFA, acusando os espanhóis de “assediar” a jovem promessa e sua família.

  Mazinho, que revelou conhecer o Manu pelo que ele fez nas categorias de base do Grêmio, disse que pediu ao Barcelona que autorizasse o garoto a treinar no Barcelona durante as férias escolares.

  “Não estou entendendo nada dessa situação [a possível ida do Grêmio ao tribunal da Fifa]. Conheço o menino e pedi ao Barcelona para deixar que ele treinasse lá porque estava de férias, mas sem nenhum compromisso. Depois voltou ao Brasil. E agora essa acusação do Grêmio... O Barcelona não tem nada a ver com essa história. Estou esperando o Grêmio me ligar para explicar. Espero que eles se retratem”, disse Mazinho ao GloboEsporte.com em contato por telefone.

  Posição do Grêmio

  No entanto, os dirigentes do time do Rio Grande do Sul afirmam que ouvi, sim, o aliciamento. “Ele [Manu] tem relação federativa com o Grêmio, mas foi aliciado pelo Barcelona. Levaram ele para Barcelona e ele não voltou. O pai se demitiu aqui. O Barcelona já fez isso outras vezes e já foi punido. Ele vai ficar dois anos em uma escolinha e depois se vincula ao clube”, explicou o diretor, lembrando que Manu estará em uma escolinha ligada ao clube e depois passará a treinar nas canteras, como são chamadas as categorias de base do time, escolinha essa que já revelou craques como Messi, Xavi, Iniesta e Busquet.

  Já o clube espanhol, afirmou ao jornal AS que não tem interesse no atleta. Os catalães dizem que apenas atenderam ao pedido de Mazinho e que o menino só treinou por lá no período combinado. Os espanhóis já foram punidos pela FIFA em 2014 por problemas na contratação de menores de idade e ficaram um ano sem poder contratar novos jogadores. Por conta disso, segundo a reportagem do Globoesporte.com, o time catalão exigiu uma autorização do Grêmio para que Manu passasse uns dias treinando na Espanha.

  No Brasil, de acordo com a Lei Pelé, o Grêmio não tem como assinar qualquer vínculo com Manu para se resguardar. Segundo a Lei, somente dos 14 até 20 anos o atleta entra em período de formação.

Fonte: O ESTADO

Nenhum comentário:

Postar um comentário