RUA LEONCIO PIRES DOURADO ESQUINA COM A RUA JOÃO PESSOA, BAIRRO BACURI

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Polícia Civil investiga assassinato de mototaxista


O crime está sendo investigado como latrocínio, já que foi levado dinheiro da vítima


                                Corpo de Jeovânio Alves na Rua das Esmeraldas, no Habitar Brasil


  A Polícia Civil, por meio da equipe da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa - DHPP, comandada pelo delegado Jean Gustavo, iniciou as investigações para apurar o crime bárbaro de que foi vítima o mototaxista Jeovânio Ribeiro Alves, de 29 anos.

  O profissional foi encontrado morto na manhã do último sábado (4), em um terreno baldio localizado no Habitar Brasil, residencial que fica encravado no Conjunto Vitória, periferia de Imperatriz.
O delegado Jean Gustavo informou a O PROGRESSO que a principal linha de investigação é que o crime tenha sido latrocínio (roubo seguido de morte), já que foi levado todo o dinheiro que havia na bolsa do mototaxista, a qual foi encontrada jogada próxima ao corpo, além do dinheiro apurado no dia, que se encontrava no bolso do colete.
Jeovânio Alves, que pilotava a motocicleta prefixo 218, tinha ponto em frente ao Hospital Municipal de Imperatriz – HMI, o Socorrão, onde pegou o passageiro que mais tarde o assassinaria. Jeovânio, que residia na Rua Santiago do Chile, Parque Amazonas, foi encontrado morto na Rua das Esmeraldas, no Habitar Brasil. Ele recebeu um golpe de faca no pescoço, que foi tão profundo que a arma ficou encravada. Jeovânio trabalhava como mototaxista substituto havia seis meses.
A motocicleta foi encontrada a cerca de 20 metros de onde o corpo estava. Em função disso, deduz-se que Jeovânio ainda tentou correr e procurar socorro, mas morreu antes de conseguir o seu intento.

Fonte: O Progressonet.com




                                Publicidade

RUA QUINTINO BOCAIUVA ESQUINA COM SÃO VICENTE DE PAULA, FEIRA DO BOM SUCESSO

Nenhum comentário:

Postar um comentário