RUA LEONCIO PIRES DOURADO ESQUINA COM A RUA JOÃO PESSOA, BAIRRO BACURI

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Mãe acusa professora de cortar língua de criança como castigo em Salvador


A polícia está investigando o caso que ocorreu em uma escola particular do bairro de Dom Avelar



  A mãe de um menino de 4 anos está acusando a professora do garoto, que estuda em uma escola particular do bairro de Dom Avelar, em Salvador, de ter cortado a língua dele como castigo.


  A dona de casa Joátila Bispo contou ao G1, nesta segunda-feira (18), que a suposta agressão aconteceu na terça-feira (13), depois que o filho mostrou a língua para a professora.


  Ela disse que, inicialmente, o menino contou à irmã e a uma tia que havia se machucado ao bater a cabeça em uma mesa. Mas, depois, o garoto teria mudado a versão e revelado que foi a professora que o agrediu.

  O menino foi levado pela tia para uma unidade de emergência em São Marcos, onde foi encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE). Na unidade de saúde, a criança passou por uma pequena cirurgia, levou três pontos e foi liberado.

  A mãe registrou queixa na Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Contra Criança e Adolescente (Derca) na terça e prestou depoimento à polícia no domingo. O G1 informou que tentou contato com a creche onde teria ocorrido a agressão, mas uma funcionária disse que, por enquanto, não iria comentar o caso.

 A delegada da Derca, Ana Cricia Macêdo, a delegada plantonista responsável pela investigação do caso, falou que o caso será investigado.

                                                                              Joátila Bispo/ Arquivo pessoa


Fonte: Jornal do Tocantins






Foto Propaganda

















Rua Piaui ao lado da Escola Técnica EQTEI

Nenhum comentário:

Postar um comentário