NA BEIRA RIO

quarta-feira, 20 de março de 2019

Dupla encapuzada executa homem com tiros de pistola 380 em Bar no Bacuri


  Dois homens encapuzados em uma veiculo Sandero preto, executaram por volta das 15 hrs e 30 minutos representante comercial de medicamento, Wuerberte Carvalho Silva, 46 anos, tinha aniversariado terça feira, em um Bar no Bairro Bacuri, no cruzamento das Rua João Pessoa com Rua 7, a vitima estava desde cedo bebendo com amigos, quando os assassinos chegaram o que dirigia o veiculo começou a fazer disparos de pistola 380 contra a vitima, em seguida o carona desceu e foi até a vitima e efetuou mais disparos.


  Weberthe é natural de Imperatriz e atualmente estava morando em Goiânia, ele tinha chegado as 8 hrs da manhã desta quarta feira, Miserarão como era conhecido, anteriormente morou bairro Parque Anhanguera, antes de ser morto ele chegou a postar um vídeo em grupo de whatsapp de amigos de Imperatriz, tendo inclusive falado na vídeo que um amigo passou de moto.


  Varias viaturas do 3º Batalhão de imediato chegaram ao local e fizeram o isolamento do loca, a vitima morreu dentro do Bar, a perica do Icrim esteve no local onde realizou os primeiros levantamentos, foram constados mas de 12 perfurações pelo corpo de Weberthe, na carteira porta cédula e do bolso na calça foram encontrados R$ 5.97,00 reais.


  A vitima estava em uma caminhonete Frontier branca, placa de Imperatriz, no veiculo foram encontrados dezenas de cartelas de viagra. investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa, estiveram no local iniciando as investigações, a caminhonete Frontier foi encaminhado para Icrim. 



Fonte: Notícias da Foto


Publicidade



Professor de dança morre após acidente de moto em Imperatriz

Fonte Imirante

  O professor de dança, Everton Carvalho, 22 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira, 20, vítima de um acidente de trânsito, que aconteceu na avenida Pedro Neiva de Santana, em Imperatriz. Ele teria batido a cabeça no meio-fio, quebrou o pescoço e morreu no local.
O jovem foi encontrado morto, por volta das 3h da manhã. A família acredita que Everton tenha dormido e caído da motocicleta em que pilotava. O corpo foi removido e levado para o Instituto Médico Legal (IML), onde deve ser liberado nas próximas horas para a família.

  Assim que for liberado, o corpo será velado na casa parentes, localizada na rua Hermes da Fonseca, 870, Vila Lobão. As circunstancias do será investigada pela Polícia Civil. Imagens de câmeras de monitoramento devem mostrar o que realmente aconteceu.

terça-feira, 19 de março de 2019

Câmara Municipal aprova várias matérias em sessão prolongada



Plenário apreciou extensa pauta em sessão mais longa do ano

  Na mais longa sessão do ano, a Câmara Municipal de Imperatriz debateu e/ou aprovou dezenove matérias na manhã desta terça-feira (19), na primeira reunião do Plenário na semana. Entre apresentações de projetos, indicações, decretos legislativos, debates e pronunciamentos na tribuna, foram mais de três horas de sessão.

  “O esforço é para acelerarmos as votações de matérias indicativas e de projetos que estavam tramitando nas comissões”, explicou o presidente José Carlos Soares.

  Na primeira parte da sessão, foram apresentados e encaminhados às comissões competentes a Lei Ordinária 04/2019, de autoria da vereadora Irmã Telma, que trata de incentivos e atividades empreendedoras no Município; Lei Ordinária 06/2019, da vereadora Fátima Avelino, sobre reservas de vagas em creches para filhos de mulheres vítimas de violência doméstica; Decreto Legislativo 03/2019, do presidente José Carlos Soares, concedendo título de cidadania a Gildásio Gildo dos Santos; e discussão do parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) ao projeto de Lei Ordinária 14/2017, do vereador Fábio Hernandez, acerca do aumento do percentual de vagas reservado a pessoas com deficiência em concurso público municipal – polêmica, a matéria retorna à CCJ após pedido de vistas do vereador Adhemar Freitas Júnior (PSC).

Moções

  O Plenário aprovou três moções de aplausos: ao Grupo de Proteção aos Animais de Imperatriz (GPAI), autoria Adhemar Freitas; ao pastor Sebastião Batista da Silva e a Ronilson Alves da Silva, do Comando Gólgota, da vereadora Irmã Telma; e a gestoras de creches e escolas municipalizadas de Imperatriz, de autoria de Pedro Gomes.

Indicações

  Os vereadores aprovaram também oito indicações, a maioria solicitando serviços de infraestrtura em ruas, reformas em escolas e equipamentos de saúde pública.

  Indicação do vereador Chiquin da Diferro, solicitando colocação de redutores de velocidade em ruas do bairro Bonsucesso.

  O vereador João Silva teve aprovada indicação solicitando ao governo do estado a nomeação de porteiros, em caráter de urgência, em escolas da rede estadual de ensino no Município.

  Implantação do Centro de Referência Integral às Pessoas com Doenças Raras, de autoria de todos os vereadores, foi aprovada por unanimidade e será encaminhada ao prefeito Assis Ramos.

  Indicação da vereadora Irmã Telma solicita pavimentação e meio-fio em rua do Parque Sanharol.

  Pedro Gomes aprovou indicação reivindicando sinalização na avenida Pernambuco, na Vila Fiquene.

  Reforma na área de convivência da Escola São Jorge, na Vilinha, de autoria da vereadora Fátima Avelino.

  Aurélio Gomes (PT) teve indicação aprovada em que solicita recuperação asfáltica da rua Castro Alves, confluência dos bairros Vila Nova e Parque Santa Lúcia.

  Adhemar Freitas Júnior aprovou indicação na qual encaminha ao secretário de Fazenda, Josefan Moraes, solicitação para que multas aplicadas por infração na apreensão de animais abandonados sejam revertidas em favor de entidades de proteção aos animais.

Ordem do Dia

  Na chamada Ordem do Dia (lista de matérias a serem votadas em primeiro ou segundo turno), o Plenário aprovou uma lei ordinária e dois decretos legislativos.

  A Lei Ordinária 75/2017 é de autoria do vereador Carlos Hermes, e reconhece como de utilidade pública a Associação dos Prestadores de Serviços e Vendedores Ambulantes da Avenida Beira-Rio.

  Decreto Legislativo 67/2018, de autoria da vereadora Irmã Telma, foi aprovado por unanimidade e institui a Comenda Pastor Jairo Saldanha de Oliveira em homenagem ao Dia Nacional do Idoso.

  O Plenário aprovou ainda outro Decreto Legislativo (02/2019), de autoria do vereador João Silva, que outorga o título de Cidadão Imperatrizense a José Ribamar Barbosa Machado.

Texto: Carlos Gaby/Assimp
Fotos: Divulgação/Assimp

Publicidade 


Promoção maluca da alta escola RUMO CERTO



  Promoção maluca da auta escola RUMO CERTO para esta semana, habilitação para moto de 1.200,00 por 850,00 e o processo teórico para carro e moto somente 800,00 reais corra e aproveite está promoção. Auto escola RUMO CERTO em frente o quartel da PM Telefone 3524 3933 e Whatsapp 98159 3201

segunda-feira, 18 de março de 2019

Carro cai no rio São Simão, em Axixá; duas pessoas morreram afogadas e uma continua desaparecida



  Um automóvel caiu nesta manhã de segunda-feira, no rio São Simão, em Axixá, deixando duas pessoas mortas e uma que permanece desaparecida. Dentre os mortos, José Conceição Silva Filho, mais conhecido por “Zé da Farinha”, que mora em Bacabeira.


Zé da Farinha

  O carro que caiu no rio estava com as placas de Bacabeiras e com três ocupantes, sendo que dois morreram afogados e um terceiro continua sumido. Aguardem novas informações. Confira abaixo o momento e que o carro boiava no rio São Simão:

Fonte:blogluiscardoso


Publicidade





Corpo é encontrado em porteira de fazenda em Governador Edison Lobão




  O corpo é de um jovem, identificado como Aldenor Silva Vieira, 17 anos. Ele foi encontrado pela Polícia Militar jogado na porteira de uma fazenda ontem, pela manhã.

  O corpo tinha várias perfurações de arma branca. Diante disso, a polícia acredita que o jovem tenha sido assassinado na madrugada de domingo. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Fonte Asmoimp.com


Publicidade
RUA QUINTINO BOCAIUVA ESQUINA COM SÃO VICENTE DE PAULA, FEIRA DO BOM SUCESSO

Os parabéns do blog hoje vai para Frederico Luiz


Hoje você inicia uma nova jornada, e nesse momento de alegria por você estar completando mais um ano de vida, quero lhe dizer que tenho muito orgulho em compartilhar da sua amizade. Parabéns meu amigo, e feliz aniversário!

Hoje e sempre você merece muitos abraços e homenagens. Que Deus, nosso Pai, ilumine ainda mais seu caminho, para que possa conquistar todos os seus sonhos.

sexta-feira, 15 de março de 2019

Acidente fatal na BR 010 em Porto Franco Ma


  Noite de quinta-feira (14), a PRF em Porto Franco foi acionada para atender acidente com óbito ocorrido por volta das 21h, no Km 159,5 da BR 010, distante quatro quilômetros da Unidade Operacional da Polícia Rodoviária Federal.

  O professor de matemática João Coelho de Souza Neto, 44 anos, teria lecionado momentos antes na escola pública Pedro Mestre, em Campestre do Maranhão, e voltava para sua casa em Porto Franco quando se envolveu em uma colisão frontal.

  Um caminhão Ford/Cargo, conduzido por um homem de 37 anos, fazia ultrapassagem em local proibido pela sinalização horizontal quando colidiu frontal com a motocicleta Honda/NXR 150 Bros conduzida pelo professor, que veio a óbito no local.

  O ICRIM e IML foram acionados para realização de perícia e recolhimento do corpo. O motorista do caminhão foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil em Estreito pelo suposto crime de homicídio culposo no trânsito.

Fonte: PRF

quinta-feira, 14 de março de 2019

Câmara Municipal homenageia mulheres com a Comenda Alvina Fortaleza

 Comenda é entregue pela Câmara Municipal para lembrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março

Vereadoras Fátima Avelino, Irmã Telma e Maura Barroso homenageiam Graça Cortez Moreira

  Em sessão solene na manhã desta quinta-feira (14), a Câmara Municipal de Imperatriz homenageou mulheres de diversos segmentos profissionais e classes sociais com a Comenda Alvina Fortaleza, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, lembrado em 8 de março em todo o mundo. A honraria leva nome da primeira e única mulher, até agora, a presidir a Casa - ela foi presidente no biênio 1974/1975.
A sessão foi presidida pela vereadora Irmã Telma, que dividiu a Mesa Diretora com as outras três vereadoras da Casa, Fátima Avelino, Maura Barroso e Teresinha Soares. Entre as mulheres homenageadas, donas de casa, mães e avós, profissionais liberais, servidoras públicas, artista e jornalistas.
O vereador Adhemar Freitas Júnior (PSC), representando os vereadores, usou a tribuna para registrar a luta e as conquistas da mulher ao longo das últimas décadas. "Essa homenagem justa e solene é estendida a todas as mulheres que resistiram, e resistem, enfrentando desafios e preconceitos, para cuidar de suas famílias, construir suas histórias profissionais e colaborar na construção de suas comunidades", enfatizou o vereador.
O Dia 8 de Março foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) para lembrar ps movimentos nos Estados Unidos e Europa no final da segunda metade dos século 19 e começo do século 20 no contexto das lutas feministas por melhores condições de vida e trabalho e pelo direito ao voto.
O presidente da Câmara Municipal, José Carlos Soares, disse que a homenagem é "um ato de reconhecimento não só à história de vida de cada uma das homenageadas, mas da resistência de todas as mulheres do mundo que diariamente enfrentam os desafios de ser avós, mães, filhas, empreendedoras, defensoras de seus direitos e de sua individualidade, de sua igualdade no trabalho, na vida e na política". 

Comendas

  A Comenda Alvina Fortaleza foi criada por indicação do atual presidente da Câmara Municipal em 2015 para homenagear mulheres de todas as classes sociais que se destacam por suas lideranças, resistências, lutas e superações na comunidade e com serviços prestados à sociedade imperatrizense.
José Carlos Soares também é autor do projeto que instituiu outra homenagem às mulheres, a Comenda Hilda Rocha Cortez, a primeira mulher a ocupar o cargo de vereadora em Imperatriz, no dia 31 de janeiro de 1955. A honraria é entregue por ocasião das comemorações do Dia das Mães.

Texto: Carlos Gaby/Assimp
Fotos: Fábio Barbosa/Assimp

Publicidade

Famílias velam corpos de vítimas de massacre em ginásio de Suzano


O velório coletivo começou às 7h entre abraços, choros, sussurros e crianças pequenas que acompanham os pais

© Reuters

  SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Juntas, as famílias de funcionárias e alunos mortos no massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil,velam as vítimas na Arena Suzano, no Parque Max Feffer, na manhã desta quinta-feira (14).

  O velório coletivo começou às 7h entre abraços, choros, sussurros e crianças pequenas que acompanham os pais, no ginásio poliesportivo que fica a menos de um quilômetro da escola, palco dos ataques.

  Milhares vieram ao local prestar homenagens, formando uma grande fila do lado de fora. Alguns familiares chegaram a passar mal, sendo atendidos em ambulâncias

  Às 11h, o silêncio do ginásio esportivo virou um coro de preces e cânticos religiosos, com a missa ecumênica realizada pelo pároco da igreja São Sebastião, Cláudio Taciano.

  O líder religioso criticou a violência. "Salta aos olhos a agressividade, o revanchismo, as ofensas, não só nas redes sociais, mas em vários ambientes." E pediu por paz. "Paz não só para esta escola, mas para a cidade, para o Brasil", disse.

  Às 14h, está previsto outro ato ecumênico, com o bispo Dom Luís Stringhini, da Diocese de Mogi das Cruzes, e bispo Júlio Vertulo, da Igreja Mundial Cristã. Os corpos sairão do velório em direção ao sepultamento no Cemitério São Sebastião, às 15h.

  O ministro da Educação, Ricardo Vélez, o secretário estadual da Educação Rossieli Soares e o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, passaram pelo velório.

  O movimento de pessoas que não são das famílias é grande na Arena circundada por dezenas de coroas de flores. Elas ficam isoladas por uma grade que as separa dos familiares -os únicos próximos aos corpos.

  Estão sendo velados os estudantes Cleiton Antonio Ribeiro, 17; Caio Oliveira, 15; Samuel Melquiades Silva de Oliveira, 16; e Kaio Lucas da Costa Limeira, 15.

  Também a inspetora de ensino Eliana Regina de Oliveira Xavier, 38 e a coordenadora pedagógica Marilena Ferreira Umezu, 59 -que só será sepultada no sábado (16), quando um de seus filhos chega do exterior.

  Outras duas famílias optaram por velórios separados. O estudante Douglas Murilo Celestino, 16, está sendo velado desde 1h, na igreja evangélica Assembleia de Deus, em Suzano.

  E o velório do empresário Jorge Antonio Moraes, proprietário de uma revendedora de carros e tio de um dos atiradores, acontece desde a madrugada no cemitério Jardim Colina dos Ypês, onde será sepultado.

CHORO E DOR

  A estudante Sofhia Cristal Reis, 16, veio ao velório do amigo Caio, porque "de alguma forma precisava estar com ele". Mas às vezes, "eu paro para pensar e não parece real ainda".

  Ela não estava na Raul Brasil porque tinha acabado de trocar de escola e largou a aula quando soube do atentado no colégio onde conheceu também a coordenadora Marilena e a inspetora Eliana.

  "Recebi a notícia e sai correndo. Vi que era ele pelos vídeos, fotos. Fiquei apavorada", conta ela, que dividia com o amigo o gosto por trap (subgênero do rap). "Um dia ele tá lá tão sorridente com a gente, no outro ele tá deitado num caixão."

  Sobre o caixão de Samuel Melquiades repousa a bandeira do Clube Desbravadores, uma espécie de grupo de escoteiros ligado à Igreja Adventista do Sétimo Dia.

  Sua equipe, os Soldados da Fé, veio a caráter ao velório -calça verde escura, blusa branca com distintivos bordados, um lenço amarelo no pescoço e sapatos sociais.

  "Foi uma forma de homenagear", diz Cassiano Miranda, 24. Ele dividia com Samuel as reuniões, acampamentos e o amor a Deus. "Ele também amava desenhar. Foi quem desenhou a programação jovem da igreja. Era uma pessoa totalmente irrepreensível", conta. "A gente não entende o motivo."

  Este é o primeiro ano de José Victor Júnior, 15, na Raul Brasil. Ele se preparava para ir a aula na tarde desta quarta (13), quando soube do ataque. "Fiquei desesperado porque meus primos estavam na escola."

  Os estudantes saíram ilesos, mas este início de ano letivo levou "a tia" -no caso, a inspetora Elaine. "Minha irmã mais velha estudou lá também, então peguei intimidade com ela muito rápido, ficava um zoando o outro." Mas "na hora de dar bronca ela dava também."

  Ele não sabe o que vai ser da segunda-feira (18) que se avizinha. "A gente viu exatamente onde cada corpo tava, vamos lembrar toda vez que olhar."

  Tia da inspetora Eliana, a professora Rosana da Silva, 55, aproveitou o velório para protestar contra a flexibilização da posse e do porte de armas. Ela e mais dois colegas empunhavam cartazes escritos "queremos paz e segurança nas escolas". "Estamos reivindicando nossos direitos. Ter mais armas só vai gerar mais violência", diz.

  Se os professores tivessem armados, "a tragédia seria maior", completa o pensionista Julia César de Oliveira, 41. "Hoje são eles que estão chorando pelos filhos. E amanhã? Vai ser o meu filho, o meu neto?"

  Os corpos dos atiradores Guilherme Taucci Monteiro, 17, e de Luiz Henrique de Castro, 25, deixaram o IML (Instituto Médico Legal) de Mogi das Cruzes (Grande SP) e foram enterrados no final da manhã desta quinta. Guilherme foi sepultado no cemitério São João Batista e Luiz, no São Sebastião. As cerimônias ocorreram por volta das 12h30 e foram fechadas à imprensa.

  Há ainda outros sete feridos hospitalizados. Um   deles segue em estado grave. É o estudante Anderson Carrilho de Brito, 15, transferido de Suzano para o Hospital das Clínicas, na capital paulista.

SEGURANÇA NAS ESCOLAS

  Alocar policiais da reserva dentro das escolas também será uma das iniciativas discutidas pelo secretário de Educação da gestão Doria (PSDB), Rossieli Soares, e pelo prefeito de Suzano Rodrigo Ashiuchi, para reforçar a segurança nos colégios das redes estadual e municipal.

  A secretaria divulgou que faria uma revisão de procedimentos nos 5.300 colégios do estado de São Paulo.

  "Temos em estudo a proposta de colocar alguns policiais em algumas escolas, não serão em todas", afirmou o secretário na saída do velório coletivo de seis vítimas. Não respondeu, no entanto, se os policiais ficariam armados.

  Ele listou outras ações que devem ser implementadas como instalação de sistemas eletrônicos de vigilância e barrar o acesso nos portões de entrada, principalmente nas escolas que têm indicadores de maior vulnerabilidade.

   "Mas esta não é a mais efetiva ação para esse tipo de problema. Precisamos ir pro lado humano e discutir com os jovens. Precisa da família para ajudar a identificar o problema, para darmos suporte aos alunos que tenham sofrido de depressão ou bullying", afirmou o secretário.

  De acordo com o prefeito, a expectativa é de que a Raul Brasil vire um modelo de escola após a tragédia e receba uma ação mais ostensiva. "Usando policiais na reserva na parte administrativa, não na pedagógica", afirmou Ashiuchi, que pretende dar subsídios para que os agentes atuem nos colégios. "Se depender de mim sai no mês que vem."

  Não haverá aulas na rede em Suzano nesta sexta (15). Na próxima semana, a Raul Brasil estará aberta para alunos e professores, mas apenas para atendimentos, reuniões e rodas de conversa.

  As famílias deverão receber apoio de dois psiquiatras e um psicólogo que atuarão com a equipe do Caps (Centro de Atenção Psicossocial) de Suzano.


Fonte: Notícias ao Minuto


Publicidade